CONTINUAÇÃO...

AS TÁBUAS DE NIPPUR – ÊXODO

Na continuação desta espetacular aventura, o professor Prawdanski, capturado por um grupo que quer evitar a todo custo à divulgação do conteúdo das tábuas de argila, é enviado para uma prisão militar de segurança máxima onde é obrigado a terminar as traduções em troca da postergação de sua sentença de morte.

Para escapar, consegue ajuda de alguém totalmente improvável que o lança em uma nova busca, agora, pelo conteúdo das primeiras tábuas, trazidas pela missão lunar e que contém informações tão devastadoras a ponto de causar o assassinato de todos os envolvidos em sua tradução e a destruição das tábuas originais.

Enquanto parte para esta nova e perigosa jornada, o professor Prawdanski vai disponibilizando o que já traduziu dos decalques enquanto esteve preso. Nas traduções, Gilgamesh consegue embarcar na espaçonave para Nibiru atrás da mãe Anunnaki criadora dos Lulus, Ninsun. Porém, o que encontra é muito maior do que sequer poderia imaginar, a ponto de alterar o rumo da história e dar o pontapé inicial para a aventura humana sobre a terra.

Neste segundo livro o leitor continuará a ser chamado para fazer uma reflexão sobre nossa existência, bem como, terá acesso de forma clara e em formato de romance às respostas para questões primordiais que nos fazem ser o que somos e traça um paralelo entre nosso passado e nosso presente demonstrando que muito do que somos hoje pode ter sido definido por uma necessidade antiga, necessidade esta, que subjuga à nossa própria vontade.

LEIA AS TÁBUAS DE NIPPUR - ÊXODO